Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://hdl.handle.net/123456789/1306
Título: A avaliação da aprendizagem escolar na perspectiva da psicologia histórico-cultural
Autores: Macedo, Marasella Del Cármen Silva Rodrigues
Souza, Ana Maria de Lima
Palavras-chave: Avaliação da aprendizagem escolar
Psicologia histórico-cultural
Materialismo histórico-dialético
Data de publicação: 2012
Citação: MACEDO, Marasella Del Cármen Silva Rodrigues. A avaliação da aprendizagem escolar na perspectiva da psicologia histórico-cultural. 2012. 171 f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Fundação Universidade Federal de Rondônia, Porto Velho, 2012.
Resumo: A presente dissertação expõe uma investigação bibliográfica que teve como objeto a avaliação da aprendizagem escolar, relacionando-a aos condicionantes históricos e culturais inerentes à atividade educativa e social, por meio de um estudo teórico, adotando-se como referencial a Psicologia Histórico-Cultural, proposta por Vigotski e seus colaboradores; com o objetivo de compreender e discutir possíveis contribuições que os pressupostos desta teoria possam fornecer para a avaliação dos alunos, visando à formação da sua genericidade. Considera a importância da escola para a constituição do psiquismo humano, por meio da apropriação e objetivação dos conhecimentos científicos e ainda para a transformação da sociedade a partir da formação da consciência dos indivíduos. Aduz-se como proposta teórico-metodológica a realização de um exercício no campo do materialismo históricodialético acerca das relações estabelecidas entre a avaliação como atividade humana, a avaliação da aprendizagem escolar e a escola como espaço privilegiado para esta atividade, questionando-se, refletindo-se e analisando-se as ocorrências históricas no âmbito da avaliação sob seus condicionamentos, mediações e contradições, direcionadas pela Pedagogia Histórico-Crítica, criada por Saviani e as concepções de avaliação da aprendizagem escolar propostas por Luckesi para a reflexão dos modelos instituídos de escola e de avaliação, considerando o sujeito e a sociedade no centro deste processo. Também analisou-se os preceitos legislativos nacional, estadual e municipal que versam sobre o tema, por meio das categorias que emergem da investigação: “avaliação como atividade humana” e “avaliação como atividade escolar”, para a interpretação da avaliação no contexto cultural onde a educação está inserida e é protagonizada. Conclui-se que a Psicologia Histórico-Cultural pode fornecer subsídios teórico-metodológicos que contribuem para a constituição da consciência dos professores com vistas à formação da concepção da avaliação da aprendizagem escolar como mediação da aprendizagem e desenvolvimento dos alunos, resultando em caminhos para a formação do pensamento dialético, partindo de reflexões acerca da realidade e do que seja passível de transformação no sentido da superação da avaliação interpretada e aplicada apenas como instrumento de progressão, que tem como principal aporte as provas, testes e exames. A avaliação totalizante pode representar o início do percurso para a inserção de indivíduos singulares na coletividade para o agenciamento de novas reflexões que resultem no devir humano e social.
Descrição: Dissertação apresentada ao Programa de Pós- Graduação: Mestrado Acadêmico em Psicologia - MAPSI, da Universidade Federal de Rondônia (UNIR) como requisito final para a obtenção do título de Mestre em Psicologia. Orientadora: Profa. Dra. Ana Maria de Lima Souza.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1306
Aparece nas coleções:MAPSI/PVH - Mestrado em Psicologia (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Marasella del C. S. R. Macedo_A avaliação da aprendizagem escolar.pdf1,22 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.