Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://hdl.handle.net/123456789/1351
Título: Formação e prática do professor de Medicina: ouvindo docentes dos cursos de Medicina de Porto Velho-RO
Autores: Ferreira, Chrystiano de Campos
Souza, Ana Maria de Lima
Palavras-chave: Ensino médico
Ensino superior
Formação docente em saúde
Data de publicação: 2014
Citação: FERREIRA, Chrystiano de Campos.Formação e prática do professor de Medicina: ouvindo docentes dos cursos de Medicina de Porto Velho-RO. 2014. 109 f. Dissertação (Mestrado) - Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde, Universidade Federal de Rondônia - UNIR, Porto Velho, 2014.
Resumo: O saber médico sempre foi ensinado ao longo dos anos de médicos mais experientes para futuros médicos, com uma preocupação quase que exclusivamente conteudista, visando apenas à transmissão de conceitos e conteúdos para o futuro médico. Os médicos que porventura têm uma afinidade com o ensino começam a ministrar aulas nos cursos de graduação e se tornam professores dos cursos de Medicina sem um preparo prévio. Partindo desta premissa, buscou-se analisar a formação e prática pedagógica do médico-professor situada no contexto dos cursos de Medicina das três instituições de ensino superior que oferecem a formação médica em Porto Velho-RO, tendo como referência as percepções dos próprios médicos-professores. A pesquisa de abordagem qualitativa foi composta de duas fases. A primeira foi constituída pela aplicação de um questionário com o objetivo de se traçar o perfil desses professores. A segunda fase foi efetivada com a realização de entrevistas semi-estruturadas para identificar a percepção que estes professores têm da sua formação e da sua prática docente. O estudo permitiu identificar que os saberes docentes são construídos com as vivências de cada professor e não necessariamente através de cursos específicos. Observamos, também, uma satisfação dos médicos-professores com o conhecimento e a experiência adquirida através dos anos de docência e notamos que para os entrevistados, ter ou não uma formação docente específica não é um pré requisito para ser um “bom” professor de Medicina. Por outro lado, o conhecimento técnico da área, segundo alguns professores, é imprescindível.
Descrição: Dissertação apresentada ao Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde da Universidade Federal de Rondônia-UNIR, como requisito final para a obtenção do título de Mestre em Ensino em Ciências da Saúde. Orientadora: Profa. Dra. Ana Maria de Lima Souza.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1351
Aparece nas coleções:Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde / PVH. Dissertações

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Chrystiano de C. Ferreira_Formação e prática do professor de medicina.pdf2,02 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.