Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/1845
Título: Comunidades intencionais: velhos novos espaços de fuga
Autores: Morão, Regina Célia Gonçalves
Palavras-chave: Ecovila
Comunidade
Espaço
Data de publicação: 2017
Resumo: Partindo do pressuposto de que a humanidade como um todo esteja passando por um momento de transição, onde as mudanças são cada vez mais rápidas e muitas vezes irreversíveis, devido à expansão do capitalismo e a globalização, é natural que, enquanto uma parte da população segue sua vida conforme o padrão estabelecido, sem muitas vezes ter consciência do caminho que está percorrendo, a outra contesta, busca e cursa um caminho alternativo na tentativa de construir algo que seja “novo” – ou retomar antigas práticas –, desde que seja diferente do padrão imposto pela sociedade capitalista. Essa busca está cada vez mais frequente e parte de certa insatisfação com o sistema vigente atual no que se refere à economia, política, relações entre as pessoas, questões sociais, ambientais, etc. Entre tantas alternativas que estão surgindo nesse meio, uma delas está nas chamadas “comunidades intencionais”, a qual abraça diversos tipos de comunidade, entre elas, as “ecovilas”, as quais serão especialmente discutidas neste trabalho. Analisar o fenômeno das comunidades intencionais sob uma abordagem geográfica do espaço e, principalmente, das relações que se manifestam neste meio, bem como as consequências benéficas ou não, que podem ser encontradas nesse percurso, é de grande importância pela necessidade de colocar em questão, no âmbito acadêmico, quais foram e ainda são as motivações para a construção, evolução, permanência e proliferação dessas formas de viver. A relação entre as pessoas e entre a sociedade e a natureza na modernidade, tal como a busca por alternativas socioespaciais, na tentativa de uma ruptura com os padrões estabelecidos, não pode ser ignorado dentro da ciência geográfica, onde é possível discutir desde análises culturais até críticas e filosóficas. Dentro dessa perspectiva, este trabalho busca analisar essas novas investidas na atualidade. O objetivo está em servir como um ponto de apoio que seja capaz tanto de divulgar a práticas em andamento, bem como fortalecer, no campo teórico e crítico, o movimento alternativo, demonstrando-o mais condizente com a realidade atual e não tanto com o de uma ilusão/utopia. Além disso, também pretende servir como uma contribuição para as discussões do despertar para uma nova perspectiva de vida.
Descrição: Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Rondônia – UNIR, na linha de Pesquisa Território e Sociedade na Pan-Amazônia - TSP, como requisito final para a obtenção do título de Mestre em Geografia.
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/1845
Aparece nas coleções:PPGG/PVH - Mestrado em Geografia (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
COMUNIDADES INTENCIONAIS_VELHOS NOVOS ESPAÇOS DE FUGA_REGINA M..pdf4,16 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.