Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://hdl.handle.net/123456789/1855
Título: Percepção dos professores das escolas públicas de Presidente Médici e Dos Acadêmicos de Licenciatura em Matemática da UNIR, Campus de Ji- Paraná acerca da Discalculia
Autores: Antônio-Pereira, Marcos
Palavras-chave: Discalculia
Matemática
Qualificação de professores
Data de publicação: 2017
Citação: Antônio-Pereira, Marcos.Percepção dos professores das escolas públicas de Presidente Médici e Dos Acadêmicos de Licenciatura em Matemática da UNIR, Campus de Ji- Paraná acerca da Discalculia. 2017. 54 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Matemática)– Departamento de Matemática e Estatística, Fundação Universidade Federal de Rondônia, Ji-Paraná, 2017.
Resumo: A discussão acerca da dificuldade que os alunos têm em relação ao aprendizado aritmético não é recente, pois está presente na realidade educacional desde longa data e isto pode ser verificado quando se observa que é uma disciplina que leva um grande número de alunos para a recuperação. Apesar da maioria dos alunos apresentarem esta dificuldade, deve-se considerar e fazer a diferença entre as crianças que não se simpatizam com os cálculos e por isso não gostam da matemática e aqueles que apresentam o transtorno da discalculia, que lhes dificultam sobremaneira a assimilação de atividades como efetuar as operações básicas aritméticas ou efetivar o reconhecimento dos números e sua sequência. Assim, a presente pesquisa teve como objetivo principal a percepção dos professores das Escolas públicas de Presidente Médici e dos acadêmicos de Licenciatura em Matemática da Unir campus de Ji-Paraná acerca da discalculia. Por base de investigação optamos pela pesquisa de campo de cunho qualitativo e essa teve como sujeito seis professores de Matemática com até vinte e noves anos no exercício da profissão de docente e nove acadêmicos que estão em conclusão do curso. Para coleta de dados foi aplicado um questionário composto com seis questões para os professores e cinco para os acadêmicos. A fundamentação teórica foi elaborada tendo como autores: Campos (2014), Cosenza (2011), Ciasca (2003), Fayol (2012) entre outros. Por fim, esperamos que o resultado desta pesquisa possa contribuir para alertar sobree a necessidade de se incluir no currículo um componente curricular especifico de inclusão social para tratar com abrangência o problema da discalculia.
Descrição: Trabalho de Conclusão de Curso submetido ao Departamento de Matemática e Estatística da Universidade Federal de Rondônia – UNIR – Campus de Ji-Paraná, como parte dos requisitos para obtenção do título de Licenciado em Matemática, sob a orientação da professora Ms Irene Yoko Taguchi Sakuno.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1855
Aparece nas coleções:DME/JP. Trabalhos de Conclusão do Curso de Matemática

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC- Marcos Antônio Pereira.pdfTrabalho de Conclusão de Curso Marcos Antônio Pereira1,33 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.