Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2028
Título: Geografia e gênero: estratégias para a permanência do campesinato nas agrovilas do assentamento rural Joana D’arc III, Porto Velho/RO
Autores: Silva, Viviane Nery da
Silva, Maria das Graças Silva Nascimento
Palavras-chave: Assentamento
Gênero
Camponês
Coletividade
Data de publicação: 2015
Citação: SILVA, Viviane Nery da. Geografia e gênero: estratégias para a permanência do campesinato nas agrovilas do assentamento rural Joana D’arc III, Porto Velho/RO. 2015. 123 f. : il. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Geografia, Fundação Universidade Federal de Rondônia, Porto Velho, 2015.
Resumo: A pesquisa foi desenvolvida no Assentamento Rural Joana D’Arc III, localizado a 100 quilômetros da área urbana da cidade de Porto Velho, nas agrovilas: Vencedora, Sergio Rodrigues, Pequena Vanessa, Chico Mendes, Padre Ezequiel e União dos Camponeses. O objetivo desta pesquisa foi identificar qual o desempenho dos produtores rurais de Joana D’Arc III na criação e na implementação de estratégias que permitam a permanência do campesinato. Dentro dessa perspectiva, buscou-se, também, compreender a organização social e espacial desse assentamento, analisando o processo produtivo e a participação das mulheres nas atividades econômicas, enfocando, principalmente, a produção de farinha, que é a base da economia do PDSA. Para o desenvolvimento da pesquisa foram utilizados questionários, entrevistas, trabalhos de campo e análise bibliográfica do PDSA do assentamento. Durante o desenvolvimento da pesquisa foi possível identificar algumas problemáticas nessa comunidade, como o solo encharcado, a invasão de animais peçonhentos e o aumento do número de mosquitos; todos esses problemas foram potencializados com a cheia do Rio Madeira no ano de 2014. Outro problema que surgiu dentro desse contexto foi a separação dos moradores do Assentamento Joana D’Arc (I, II, III e agrovilas), divisão que se deu com a formação de dois grupos: os que desejavam deixar o assentamento e os que desejavam permanecer no local. Tendo em vista que os principais objetivos da pesquisa estão voltados para a permanência do campesinato, justifica-se que os instrumentos da pesquisa foram aplicados com o grupo que deseja continuar no assentamento, embora o outro grupo não tenha deixado de ser evidenciado. A pesquisa traz como tema norteador, para justificar a permanência desse grupo, a questão do trabalho em grupo ou do trabalho organizado através da associação ou, ainda, a associação como o principal meio articulador entre o assentamento e as mais relevantes instituições públicas e/ou privadas.
Descrição: Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação Mestrado em Geografia, da Universidade Federal de Rondônia – UNIR, como requisito obrigatório para a obtenção do título de Mestre em Geografia. Orientadora: Profª Drª Maria das Graças Silva Nascimento Silva
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2028
Aparece nas coleções:PPGG/PVH - Mestrado em Geografia (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
5302_viviane_nery_da_silva_turma2013.pdf4,92 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.