Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://hdl.handle.net/123456789/961
Título: Desempenho produtivo de juvenis de tambaqui (Colossoma macropomum) criados em tanques-rede sob diferentes níveis de proteína bruta em rações comerciais
Autores: Almeida, Aline Ribeiro de
Palavras-chave: Alimentação
Crescimento
Juvenis
Data de publicação: 2015
Citação: ALMEIDA, Aline R. de. Desempenho produtivo de juvenis de tambaqui (Colossoma macropomum) criados em tanques-rede sob diferentes níveis de proteína bruta em rações comerciais. 2015. 45 f. Monografia (Bacharelado em Engenharia de Pesca) - Fundação Universidade Federal de Rondônia, Presidente Médici, 2015.
Resumo: A ração utilizada no cultivo do Tambaqui em tanques-rede deve suprir todas as necessidades básicas dos juvenis, pois é a única fonte de nutriente disponível. Os juvenis de tambaquis foram avaliados quanto ao desempenho produtivo sob uso de diferentes níveis de proteína bruta (PB) em rações comerciais. Foram utilizadas quatro rações comerciais com níveis de 28, 32, 36 e 40 % de PB. O experimento foi realizado em delineamento inteiramente casualizado, sendo dois tratamentos com oito repetições e outros dois com sete repetições. Após 30 dias foi realizada a biometria e o abate de cinco peixes, os demais retornaram para os tanques-rede com média de peso coporal médio de 500 g, para o prosseguir na segunda fase do experimento, onde estes foram alimentados e monitorados até atingirem 750 g. Nas avalições obtidas na primeira fase com juvenis de tambaqui com 350 a 500 g as variáveis peso corporal final, comprimento de cabeça, comprimento de corpo e altura foram observados os maiores resultados no tratamento contendo 36 % de PB. E no desempenho produtivo dos juvenis de tambaqui entre 500 a 750 g, os maiores resultados obtidos também estão nos tratamentos onde os juvenis foram alimentados com ração de 36 % de PB. Não obtendo diferença (P>0,05) nas duas fases, porém numericamente o nível de 36 % de PB apresentou uma diferença no ganho médio diário de peso (GMD) de 1,39 g, acima do GMD de 2,38 g quando comparado aos demais tratamentos, sendo 60,96 % maior. Apesar da ausência do efeito estatístico, a ração comercial com 36 % de proteína bruta, os resultados convergem para esta, podendo ser a mais indicada para tambaqui com peso médio de 250 a 750 gramas.
Descrição: Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Departamento de Engenharia de Pesca da Fundação Universidade Federal de Rondônia – UNIR, como requisito para a obtenção do título de Engenheiro de Pesca. Orientador: Prof. Dr. Marlos Oliveira Porto
URI: http://hdl.handle.net/123456789/961
Aparece nas coleções:DEPESCA/PM. Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ALMEIDA, Aline R. de..pdfALMEIDA, Aline R. de.1,28 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.